Exame para detectar Cardiopatia.

Você sabia que, no Brasil, quase 30 mil crianças nascem com Cardiopatia Congênita a cada ano? Cardiopatia Congênita consiste em um grupo de anomalias ocasionadas por defeitos anatômicos do coração e/ou dos grandes vasos, desde o período de formação do bebê, e, podem evoluir com insuficiência circulatória e respiratória além de outras consequências graves. Algumas cardiopatias são detectadas ainda no pré-natal através de Ultrassonografia e Ecocardiograma fetal, melhorando a assistência a esses bebês com um diagnóstico mais precoce. Porém, nem sempre isso é possível. Além disso, muitas vezes, esses “defeitos” não apresentam manifestações clínicas nos primeiros dias de vida, desenvolvendo complicações mais tardiamente, após a alta hospitalar. Por isso, o diagnóstico precoce é fundamental! E, para isso, contamos com um exame de triagem indolor, simples e rápido: o Teste do Coraçãozinho! O Teste do Coraçãozinho é realizado entre 24 a 48h de vida e faz parte da triagem de rotina de todos os recém-nascidos na Maternidade, com o objetivo de detectar precocemente cardiopatias congênitas críticas. Consiste na medição dos níveis de oxigênio no sangue do bebê através de um aparelho denominado Oxímetro. Ele rastreia defeitos cardíacos mais graves. Em caso de alteração desse exame, devem ser solicitados a avaliação de um Cardiologista Pediátrico e um Ecocardiograma para confirmar ou afastar a suspeita de Cardiopatia.
Open chat