Como transportar insulina de forma segura?

🗣 Dúvida comum no consultório da nossa Endoped! O transporte adequado da insulina oferece a ação biológica correta desse hormônio. No entanto, transportar esse medicamento de forma errada pode impactar negativamente em seu funcionamento e até oferecer riscos ao paciente. 👇 Veja as principais recomendações:

🚌 TRANSPORTE ÔNIBUS/CARRRO:

Durante o trajeto armazene a insulina em uma bolsa térmica, ela vai ajudar a manter a temperatura correta por mais tempo.

✈ TRANSPORTE AVIÃO:

A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) recomenda que em viagens de avião, a insulina seja transportada sempre na bagagem de mão. Mesmo em voos de longa duração, a substância nunca deve ser congelada.

📋 ORIENTAÇÕES GERAIS:

📌 Insulina aberta (em uso). O ideal é transportá-la em temperatura ambiente, desde que não ultrapasse 30 graus. Evite também as mudanças bruscas de temperatura;

📌Insulina lacrada. O transporte deve ser realizado por meio de uma bolsa térmica adequada, com gelo, para que seja mantida uma temperatura de 2 a 8 graus. É importante lembrar que o frasco ou refil de insulina não podem estar em contato direto com o gelo, a fim de evitar que o hormônio seja congelado;

📌 Nunca exponha os frascos de Insulina ao sol ou a temperaturas maiores que 30 graus;

📌 Em hipótese alguma, congele um frasco de Insulina para transportar. O ideal é que o medicamento fique sempre em temperaturas baixas, porém sempre acima de 2ºC;

📌 Nunca exponha a insulina a ambientes muitos quentes como porta-luvas ou bolsas não térmicas.

Open chat